Vereador Mário Rebouças critica taxa de lixo e destaca superávit na arrecadação municipal

Vereador Mário Rebouças critica taxa de lixo e destaca  superávit na arrecadação municipal

Na última sessão da Câmara Municipal de Caetité, em 23 de agosto, o vereador Mário Rebouças criticou o projeto de Lei n° 964 de 15 de junho de 2021, encaminhado à Câmara pelo prefeito Valtécio Aguiar. Trata-se de uma proposta que visa criar a Taxa de Manejo de Resíduos Sólidos – TMRS. Uma vez instituída, essa cobrança ocorrerá sobre as residências e casas comerciais de Caetité, que terão que pagar por mais esse serviço, o de coleta de lixo na conta mensal de água, luz, ou mesmo na cobrança do imposto municipal IPTU. Para Mário, essa taxa é descabida e injusta, uma vez que onera as famílias caetiteenses, sobretudo, num momento em que a arrecadação municipal apresenta superávit de mais de 6 milhões de reais, referente ao mesmo período de janeiro a junho do ano passado, 202). O vereador Mário informa a toda a população de Caetité, que já no primeiro semestre de 2021, o montante de arrecadação foi de R$ 32.497.489,96. Declara ainda, que tais dados foram coletados em consulta pública ao TCM-BA (Tribunal de Contas dos Municípios do Estado da Bahia) e que esses valores são de receitas de recursos livres, portanto, podem ser muito bem destinados ao custeio do serviço de coleta de lixo em Caetité. Não é justo que mais essa conta vá para o bolso do povo.

Artigos relacionados