Vereador Mário indica criação de um cadastro para a ‘xepa da vacina’ em Caetité

Vereador Mário indica criação de um cadastro para a ‘xepa da vacina’ em Caetité

O vereador apresentou a indicação nº 197/2021, que sugere a criação de lista de espera para utilização das sobras de doses nos frascos das vacinas contra a covid-19. Entenda a proposta:

Apresentada pelo vereador Mário Rebouças (PSD), a indicação nº 197/2021 propõe a criação de lista de espera de interessados por sobras da vacina contra Covid-19, a chamada “xepa da vacina”. A sugestão do parlamentar será encaminhada ao Prefeito de Caetité e à secretária municipal de Saúde.

O objetivo é que os cidadãos cadastrados sejam chamados no dia de aplicação, nos postos de vacinação, evitando, assim, o desperdício de doses no Município. Na hipótese de haver algum frasco de vacina aberto, as doses remanescentes devem ser aproveitadas e ofertadas a pessoas previamente cadastradas, que serão rapidamente mobilizadas pelas unidades de saúde.

“Salientamos, que as doses remanescentes das vacinas contra a Covid-19, a chamada “xepa da vacinação” devem ser aplicadas conforme o prazo de validade em pessoas maiores de 18 anos, e o chamamento só será permitido na urgência do vencimento do imunizante ou na ausência de faltosos que não compareceram aos pontos de vacinação”, explica o edil autor da matéria.

As sobras ocorrem porque as vacinas veem em frascos multidoses (com várias doses), ou seja, cada frasco de vacina dispõe de dez ou até 12 doses e, uma vez aberto, o conteúdo tem que ser aplicado em, no máximo, oito horas. A redistribuição de doses remanescentes para evitar desperdício é algo comum em campanhas de imunização, mas ganhou destaque na vacinação contra a Covid-19. A prática tem sido recorrente em grandes cidades, como: São Paulo, Rio de Janeiro, Goiânia, Campo Grande, Fortaleza e Cuiabá, que já realizam a ação.

Artigos relacionados