Substância tóxicas, como chás emagrecedores, podem causar colapso do fígado e até morte; veja

Substância tóxicas, como chás emagrecedores, podem causar colapso do fígado e até morte; veja

A toxicidade de algumas substâncias leva à falência do fígado, que para de filtrar o sangue, e a corrente sanguínea “envenenada” causa a inflamação de outros órgãos. ‘Um produto natural pode fazer tão mal quanto qualquer produto sintético’, alerta médico.

Esta semana, em São Paulo, a morte da enfermeira Edmara Silva de Abreu serviu de alerta: aos 42 anos, ela teve uma hepatite fulminante devido ao uso de um chá emagrecedor e, mesmo após ser submetida a um transplante de fígado, não resistiu.
O produto usado por Edmara foram cápsulas de chá feitas com 50 ervas naturais, que prometia emagrecimento sem dieta. O hepatologista Raymundo Paraná, que coordena um ambulatório que estuda casos de hepatite fulminante, diz que há toxicidade documentada em sete dos 50 componentes.
Ele também destaca que casos como o dela não são tão raros e enumera os sintomas que devem ser vistos com preocupação: olhos amarelos e urina escura, cor de guaraná.

“Essa situação é subdiagnosticada e é subrelatada. Muitas vezes o indivíduo tem insuficiência hepática, e, não raro, a causa está numa erva ou numa beberagem dessas. Muitas vezes o paciente falece. Quando a doença é grave, ela é muito grave, muito rapidamente progressiva. Um produto natural pode fazer tão mal quanto qualquer produto sintético. Às vezes tem 50, 100 princípios ativos sem nenhum controle de dose e sem nenhum controle de interação”, afirma.
Uma das principais funções de um fígado saudável é depurar o sangue. Em um quadro de hepatite fulminante causado pela ingestão de substâncias tóxicas, as células do fígado – chamadas de hepatócitos – morrem rapidamente, causando o colapso do órgão. Com isso, a corrente sanguínea “envenenada” pelas toxinas causa a inflamação de outros órgãos. Geralmente, o cérebro é o primeiro a falhar, causando a morte encefálica.

Fonte:G1

Artigos relacionados