Bahia

Sem Réveillon e Carnaval, Ecad estima queda de R$ 35,8 mi em arrecadação

O Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad) estima perda de arrecadação com o cancelamento do réveillon deste ano e do carnaval de 2021, em virtude da pandemia do novo coronavírus.
De acordo com informações da coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, a entidade prevê uma queda de cerca de R$ 35,8 milhões nos valores arrecadados e distribuídos aos autores, sem estas festas.

Ainda segundo a publicação, levando em consideração apenas os eventos realizados na Bahia, Pernambuco, São Paulo e Rio de Janeiro, onde acontecem os maiores eventos, a perda de arrecadação somaria aproximadamente R$ 21 milhões.

As previsões feitas pelo Ecad estão norteadas pela comparação com os valores arrecadados em 2020.

Fonte: Bahia Noticia

Para cima