Secretaria libera redistribuição de vacinas anti-Covid dos indígenas para municípios da Bahia

Secretaria libera redistribuição de vacinas anti-Covid dos indígenas para municípios da Bahia

A Secretaria Especial de Saúde Indígena (DSEI/Bahia – Sesai) autorizou que 3 mil doses de vacinas contra a Covid-19 destinadas aos povos indígenas da Bahia sejam redistribuídas pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab).
De acordo com o titular da pasta, Fábio Vilas-Boas, nesta terça-feira (16), essas doses foram recolhidas de áreas onde a vacinação já foi concluída.

Na semana passada o secretário estadual da Saúde sinalizou que a pasta iria reavaliar os estoques do imunizante destinados aos povos indígenas, e caso houvessem doses “sobrando”, elas seriam recolhidas e redistribuídas entre os municípios que já aplicaram a totalidade de vacinas recebidas

Vilas-Boas ressaltou que muitos municípios suspenderam o expediente desde sexta-feira (12). Diante disso, o estoque será reavaliado nesta quarta-feira (17).

A medida adotada pela Sesab se dá porque o ritmo de vacinação no estado está mais rápido que a disponibilidade de imunizantes, como já era esperado. Um novo lote de vacinas estava previsto para chegar nesta semana, mas houve atraso por parte do governo federal, e a nova previsão é de chegada na semana que vem.

Os povos indígenas são prioridade para a vacinação contra a Covid-19. Assim como os profissionais da linha de frente de enfrentamento à pandemia e os idosos institucionalizados, fazem parte do público alvo da primeira etapa da 1ª fase da campanha.

A definição parte do próprio Ministério da Saúde (MS) e está prevista no Plano Nacional de Operacionalização da Vacina. Com isso, as doses chegam para as secretarias estaduais de Saúde, responsáveis pela distribuição aos municípios, já com a determinação de separação de doses para esse grupo.

Essa população está mais exposta à vulnerabilidade social e o fato se agrava e potencializa em uma situação de crise sanitária

Fonte: Bahia Noticia

Artigos relacionados