Rui volta a defender diálogo para 2022: ‘Tem que mudar forma de fazer política

O governador Rui Costa (PT) voltou a defender nesta segunda-feira (7) o diálogo, independentemente de partidos, para barrar a reeleição do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em 2022.

O petista também criticou as ações do governo Bolsonaro e ressaltou que o “Brasil patina desde 2015”, depois do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

“Eu sou defensor que nós possamos ter um diálogo claro e aberto sobre 2022 e o futuro do Brasil. O Brasil desde 2015 patina, a economia do Brasil não cresce, o que cresce é o desemprego”, disse em entrevista ao apresentador José Luiz Datena na Rádio Bandeirantes.

“A economia brasileira está menor do que era a economia em 2014. Isso é uma tragédia para a população brasileira. Você percebe a volta da fome, isso vai se agravar com o fim do auxílio emergencial. O que sustenta uma economia é sua credibilidade. O que o Brasil tem no mundo é uma caricatura de país. Os investidores estão muito preocupados”, avaliou.

Para Rui Costa, é preciso mudar a forma a forma de fazer política no país.

“Na minha opinião, não adianta trocar Chico por Francisco. O que tem que mudar é a forma de fazer política. O Brasil está pagando um preço alto por ter substituído a boa política pelo ódio. Isso tudo prejudica o desenvolvimento no Brasil”, salientou.

“É uma obrigação dos homens e mulheres de bem estimularem o diálogo entre pessoas diferentes. O difícil da democracia é dialogar com pessoas que pensam diferente de você. Irei participar de diálogos com pessoas que querem unir o Brasil. Briga, violência, disse me disse só tem afundado o Brasil”, afirmou.

Fonte: Brumado Urgente

Artigos relacionados