Brasil

Rondesp continuará em Brumado até controle da crise diante de ameaças em colégio estadual

Após as ameaças de um suposto massacre no Colégio Estadual de Brumado, a Major Leila Silva, comandante da 34ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), garantiu que a polícia responderá de forma dura à criminalidade. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, ela disse que a PM atuará com rigor. “Não podemos nos submeter e ficar vulneráveis”, afirmou. A comandante também informou que a Rondesp continuará no município para ajudar no controle da crise e no combate ao tráfico de drogas dentro das escolas. A ideia, conforme explicou, é dar segurança à comunidade para acesso dos alunos às salas de aula com tranquilidade. “O problema das drogas nas escolas envolvendo alunos é fato. Por isso, adotamos o Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência) para combate ao uso de drogas. Estamos agindo de forma firme e efetiva. Estamos fazendo a nossa parte para oferecer segurança e coibir a ação de marginais nas escolas. Não podemos permitir que esse problema cresça. Nossos jovens precisam desse apoio”, completou.

Fonte: Achei Sudoeste

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo