Presidente da Câmara de Vereadores de Carinhanha é vaiado durante manifestação de professores

Presidente da Câmara de Vereadores de Carinhanha é vaiado durante manifestação de professores

Irritado com a presença de manifestantes, o presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Carinhanha, o vereador Woshington Alves dos Santos (PT), chamou a Polícia Militar (PM) na noite de segunda-feira (22), na reabertura dos trabalhos legislativos.

A reabertura dos trabalhos foi marcada por manifestações dos professores que cobraram da prefeita Francisca Alves Ribeiro (Chica do PT), o piso salarial que foi atualizado pelo Governo Federal no início deste ano, além do qüinqüênio.

O comportamento do presidente causou indignação entre os presentes, conforme afirma um manifestante ouvido pela reportagem do Folha do Vale. Com a presença de policiais militares, filho da prefeita Francisca Alves Ribeiro (Chica do PT) não permitiu que os professores descurassem na Tribuna Livre da Câmara, espaço democrático.

Diante da recusa do presidente, os professores vaiaram o presidente e o vereador
Dardian de Sena Moreira (PT). Dardian foi vaiado depois de tentar defender a administração, mas seus argumentos foram abafados pela voz dos professores.

A Polícia Militar permaneceu no plenário até o fim da sessão, no entanto, não houve prisão. A PM informou que o presidente acionou os policiais manter a ordem durante o protesto.

“A Câmara precisa ser o espaço mais democrático de todos. Não é uma simples manifestação de professores de bem que coloca em risco a tal ‘ordem’ no plenário”, comentou um professor.

Em contato com o presidente da Câmara na manhã desta terça-feira (22), o vereador não atendeu nossas ligações. A reportagem ainda acionou o presidente por meio do aplicativo Whatsapp, mas ele também não se manifestou até o fechamento dessa matéria. O espaço fica à disposição para os devidos esclarecimentos.

Fonte: Folha do vale

Artigos relacionados