Brasil

Presidente da Caixa critica Bolsonaro na entrega do Minha Casa, Minha Vida: Obras ficaram paradas

 

A presidente da Caixa Economica Federal, Rita Serrano, criticou comemorou a entregada das novas unidades do Miha Casa, Minha Vida na Bahia e criticou a gestão do ex-presidente Jair Bolsonaro, que, segundo ela, mateve as obras paradas durante todo o seu mandato.

“Essas obras ficaram paradas e só agora quando presidente Lula voltou é que ela foi concluída. Só para ocês terem uma ideia, o programa Minha Casa Minha Vida foi lançada em 2009 pelo presidente Lula. De lá para cá, até 2019, houve obras, porque depois parou. As obras no governo anterior pararam. Nós temos 69 obras que não estão concluídas e 70 paradas completamente paradas pelo governo anterior e gerando prejuízo para as famílias que ficaram sem ter sua casa para morar, além de gerar custos financeiros para Estado, porque essas obras paradas também dão custo” disse ela ao marcar presença no lançamento, em Santo Amaro.

Segundo a presidente da instituição, durante os dez anos, de 2016 até o final de 2018, foram 5,6 milhões de unidades entregues e 23 milhões de pessoas beneficiadas, incluindo os 5 empreendimentos entregues nesta terça.

Mulher tem prioridade

Um fato revelado pela presidente é que as casas ficam no nome da mulher. “Mulheres tem o título da propriedade e as casas são prioritariamente das mulheres. Porque nós mulheres sabemos mais do que ninguém a necessidade da creche, posto de saúde, do saneamento. Então nada mais justo que as mulheres serem proprietária no título da propriedade do Minha Casa Minha Vida. Portanto a Caixa Federal fiz seu papel, seu papel mais primordial, que é o papel social, o papel de contribuir para o desenvolvimento do país e junto com o presidente Lula, junto com o governo do estado, com os prefeitos, nós vamos aqui inclusive reconstruindo o nosso Brasil”, disse.

Fonte: Bahia.ba

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo