População de Brasília estoca seringas e Sincofarma faz alerta: ‘Não há necessidade’

O temor pela possibilidade do Brasil não adquirir todas as seringas necessárias para a aplicação da vacina contra a Covid-19 provocaram uma reação no consumidor. De acordo com informações do Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos do Distrito Federal (Sincofarma-DF), a venda do produto aumentou desde agosto, quando a possibilidade de escassez foi anunciada.

O presidente da entidade, Francisco Messias, faz um alerta. “Não há necessidade de estoque ou de corrida por seringa. Estamos acompanhando todas as negociações e o planejamento, inclusive do GDF. Não vai faltar seringa”, assegurou ao Metrópoles.

Messias explica que o problema na compra do produto foi para grandes lotes. “As pessoas têm procurado as farmácias para comprar suas seringas e levar na hora de tomar a vacina. Porém, isso não é necessário”, reforçou.

O Ministério da Saúde garantiu até o momento apenas 2,4% do total de seringas e agulhas que pretende adquirir para a vacinação contra a Covid-19. Empresas que participaram de um pregão na terça-feira (29) ofertaram 7,9 milhões de seringas e agulhas, e o governo previa a compra de 331 milhões

Fonte: Sertao em dia

Artigos relacionados