Lockdown parcial deve continuar na região de Guanambi até a próxima segunda

Lockdown parcial deve continuar na região de Guanambi até a próxima segunda

O governador Rui Costa (PT) se reuniu com prefeitos da região de Guanambi para debater as medidas de enfrentamento e prevenção da Covid-19.

O encontro virtual ocorreu na manhã desta terça-feira (9) e teve como tema principal as medidas restritivas que incluem a proibição das atividades consideradas não essenciais. Em Guanambi e mais 21 municípios da região, até às 5h desta quarta-feira (10), vigora um decreto estadual que inclui o fechamento do comércio.
Segundo apurado pela Agência Sertão, o decreto em vigor deve ser prorrogado até às 5h da próxima segunda-feira (15). Desta forma, além do fechamento do comércio, a restrição de circulação noturna das 20h às 5h também será mantida, assim como a proibição da venda de bebidas alcoólicas.

Os prefeitos e o governador também debateram adoção de medidas mais duras nos fins de semana, como lockdown total para evitar aglomerações, no entanto, não foram tomadas decisões neste sentindo. O governador deve anunciar a prorrogação das medidas ainda nesta terça-feira e o decreto de prorrogação deverá ser publicado na próxima edição do Diário Oficial do Estado.
As medidas valem para os municípios de Caculé, Caetité, Candiba, Carinhanha, Feira da Mata, Guanambi, Ibiassucê, Igaporã, Iuiú, Jacaraci, Lagoa Real, Licínio de Almeida, Malhada, Matina, Mortugaba, Palmas de Monte Alto, Pindaí, Riacho de Santana, Rio do Antônio, Sebastião Laranjeiras, Tanque Novo e Urandi.

Na reunião também foi debatida a questão da criação de novos leitos para tratamento da Covid-19 na região, no hospital oncológico de Caetité e no Hospital Geral de Guanambi. Os prefeitos aproveitaram a reunião para cobrar agilidade no atendimento desta demanda. O governador Rui Costa afirmou que a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) está empenhada para resolver todos os entraves para colocá-los em funcionamento o quanto antes.

Guanambi

Em Guanambi, o decreto municipal com medidas ainda mais restritivas foi prorrogado até às 5h desta quarta-feira. Com a prorrogação do decreto estadual até a próxima segunda-feira, o município deverá seguir as normas editadas pelo governador. Entretanto, o prefeito pode acatar sugestões do comitê econômico e ampliar o funcionamento do delivery para outas atividades além da questão de alimentos.

Outro setor que pode ser beneficiado com as indicações do comitê econômico é o da construção civil, que pode voltar a ser permitido na cidade, assim como as lojas de materiais devem poder funcionar com serviço de entrega nas obras.
As flexibilizações dependem da edição de um novo decreto, previsto para ser publicado ainda nesta terça-feira (9). Até a decisão final, o prefeito Nilo Coelho deve se reunir com seu secretariado e com os membros dos comitês de enfrentamento e econômico.

O município vive seu pior momento desde o início da pandemia, com aumento de casos, internações e óbitos. Das 31 vítimas da Covid-19 em Guanambi, 16 morreram em 2021, mais do que as 15 que morreram em 2020.

Além disso, todos os leitos clínicos e de semi-uti disponíveis na cidade estão ocupados e há dificuldades para transferir pacientes graves para outros centros, devido ao aumento da taxa de ocupação de leitos de UTI em todo o Estado.

Via Agência Sertão / Foto: Ascom | PMG

Artigos relacionados