Justiça obriga sites a retirarem do ar acusações contra Eures Ribeiro

Justiça obriga sites a retirarem do ar acusações contra Eures Ribeiro

A Justiça baiana obrigou alguns sites a retirarem do ar matérias sobre uma série de acusações de crimes que teriam sido atribuídos ao secretário de Desenvolvimento Urbano do Estado (Sedur), Eures Ribeiro.
As denúncias foram feitas por Yasser Ferreira da Silva, ex-assessor do secretário, que também é deputado estadual licenciado e teriam viralizado na última sexta-feira (18), no município de Bom Jesus da Lapa, reduto eleitoral de Eures.

“Vê-se que o suplicante é figura pública, secretário de estado e afirma, de forma contundente, serem inverídicas e falaciosas e sem provas as alegações do acionado Yasser Ferreira da Silva, divulgadas através dos vídeos juntados aos autos nos IDs. 182738141, 182738142, 182738146 e 182738147, no tocante as condutas criminosas de pedofilia, ameaça e lesão corporal, as quais foram veiculas pelos demais réus, sem qualquer apuração da verdade, apenas como notícia sensacionalista, como se pode observar dos autos”, diz um trecho da decisão.
A juíza plantonista Alessandra Gonçalves Paim Bonanza da 1ª Vara Civil de Salvador, determinou o prazo máximo de 24 horas, para que os responsáveis pelos sites OFF News, V Notícias e Jornal da Chapada excluam as matérias sob pena de multa diária no valor de R$ 2 mil. Todos os sites já retiraram as matérias do ar.

Foto: Paulo Victor Nadal / Fonte: Bahia Notícias

Artigos relacionados