Caetité

Justiça condena mulher que postou mentiras sobre o prefeito Aldo

A Justiça eleitoral condenou no ultimo sábado (07/11) Vitória Sampaio a apagar um vídeo e a publicar um pedido de desculpas na mesma rede social em que ofendeu a honra do prefeito de Caetité e candidato à reeleição Aldo Gondim. A cidadã terá duas horas para apagar o vídeo e publicar a retratação, sob pena de multa de R$20 mil.

Na decisão, o juiz José Eduardo das Neves Brito, da 63ª Zona Eleitoral, lembra que é “lamentável que alguém se valha do espaço social e democrático, como o Instagram, Facebook e até mesmo aplicativo WhatsApp, para utilizá-los de maneira imprópria, deplorável”. Mais adiante ele determina que Vitória Sampaio “se abstenha de manifestar de forma a ferir a imagem e honra de quaisquer dos candidatos que compõem a coligação Juntos no Caminho Certo”.

O caso foi levado à Justiça após a cidadã publicar um vídeo e narrar as imagens fazendo acusações infundadas contra o prefeito. Na representação, a coligação Juntos no Caminho Certo reitera a importância de que o processo eleitoral seja conduzido dentro dos limites da legalidade e em clima de paz e respeito. O prefeito Aldo também tem pedido em suas aparições públicas que os militantes do 55 continuem seguindo a campanha propositiva e que não caiam em provocações de adversários desesperados a poucos dias da votação.

Coligação Juntos no Caminho Certo

decisao doc

Para cima