Guanambiense suspeito de integrar facção criminosa morre em confronto com a polícia em Palmas de Monte Alto

Guanambiense suspeito de integrar facção criminosa morre em confronto com a polícia em Palmas de Monte Alto

O guanambiense suspeito de integrar facção uma facção criminosa morreu em confronto com a polícia em Palmas de Monte Alto, na manhã desta segunda-feira (30).
Um guanambiense suspeito de integrar uma facção criminosa morreu durante confronto com policiais na manhã desta segunda-feira (30) em Palmas de Monte Alto, no Sudoeste da Bahia.

Rodrigo Oliveira dos Santos, conhecido como “Mussum”, foi baleado no bairro da Barrinha, por volta das 10h30, durante uma operação deflagrada pela Companhia de Emprego Tático Operacional (CETO), com apoio da Companhia Independente de Policiamento Especializado Sudoeste (CIPE /Sudoeste).
De acordo com informação da polícia, uma guarnição do Ceto foi informada que um integrante da facção criminosa ‘Ocrim’ estaria armado e escondido em uma residência no bairro, momento em que os policiais solicitaram apoio da Cipe/ Sudoeste.

Os policiais cercaram o imóvel e Mussum teria realizado disparos contra os policiais, os quais reagiram a injusta agressão e balearam o suspeito. Ele ainda foi encaminhado ao Hospital Municipal Milton Farias Dias Laranjeiras, mas não resistiu aos ferimentos e morreu após dar entrada na unidade.

A polícia apreendeu com o suspeito um revólver calibre 38, com seis munições, sendo quatro deflagradas e duas intactas, além de um tablete de substância prensada análoga à maconha, duas buchas da mesma substância pesando cerca de 235 gramas, um pino contendo metade de substância análoga a cocaína.

O material apreendido foi apresentado na Corregedoria Setorial do 17ª Batalhão de Polícia Militar (17º BPM) para adoção de medidas cabíveis.

Velho conhecido da polícia, Mussum foi preso em novembro de 2015, na 4ª fase da “Operação Beija-Flor”, deflagrada pela 22ª Coordenadoria de Polícia do Interior de Guanambi (Coorpin).

A polícia informou que Mussum integrava uma facção criminosa liderada por Aldo Berto Castro “Delton”, foi preso no dia 1º de agosto, no bairro Itinga, na cidade de Araquari (SC).

EDIÇÃO: JOÃO MIGUEL

Artigos relacionados