Guanambi registra o primeiro óbito por Influenza A H3N2

Guanambi registra o primeiro óbito por Influenza A H3N2

A Secretaria Municipal de Saúde confirmou nesta sexta-feira (7) o primeiro óbito pela gripe Influenza do tipo A-H3N2, em Guanambi, no Sudoeste.

Trata-se de um idoso de 62 anos, portador de comorbidades (Hipertensão Arterial Sistêmica e Diabetes Mellitus), que deu entrada no Pronto Atendimento COVID-19 (PA) no dia 26 de dezembro com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). O paciente não resistiu e morreu na manhã do dia (27).
A Secretaria de Saúde de Guanambi reforça a necessidade dos cuidados e medidas de segurança eficazes contra a transmissão dos vírus, como o distanciamento social, uso de máscaras, higienização das mãos e a vacinação.
A vacina contra a gripe H3N2 já está sendo produzida pelo Butantan e será distribuída este ano no Sistema Único de Saúde (SUS). A vacina trivalente vai contar com as cepas H3N2 , H1N1 e B e será distribuída entre a população a partir de março.
Os sintomas são febre alta no início do contágio, inflamação na garganta, calafrios, perda de apetite, irritação nos olhos, vômito, dores articulares, tosse, mal-estar e diarreia, principalmente em crianças.

Por Folha do Vale / Foto: pt.wikipedia

Artigos relacionados