LutoNotícias

Fundação Nacional de Artes lamenta o falecimento do ex-presidente da Fundação, Ziraldo

 

A Fundação Nacional de Artes – Funarte reconhece a trajetória e lamenta o falecimento do escritor e ex-presidente da Fundação, Ziraldo, ocorrido nesse sábado (6), no Rio de Janeiro.

Nascido no dia 6 de abril de 1932, no Rio de Janeiro, Ziraldo Alves Pinto foi criador de personagens famosos como “O Menino Maluquinho” e “Turma do Perecê”.

Cartunista, chargista, pintor, escritor, dramaturgo, cartazista, caricaturista, poeta, cronista, desenhista, apresentador, humorista, gestor e jornalista brasileiro, Ziraldo foi um dos mais conhecidos e aclamados escritores infantis do Brasil e presidiu a Fundação Nacional de Artes durante o ano de 1985.

“Encantou-se o multiartista, chargista, caricaturista, jornalista e presidente da Funarte em 1985, Ziraldo. Do Pasquim ao menino maluquinho, Ziraldo é um dos compositores de um imaginário de país e inscreve a sua arte e humor insurgentes em defesa de um Brasil democrático. Salve Ziraldo!” , destacou a presidenta da Funarte, Maria Marighella.

Insurgente, Ziraldo fundou o Pasquim

Durante a ditadura civil-militar, em resposta ao ato institucional AI-5,
juntou-se a outros jornalistas e cartunistas como Jaguar (Sérgio de Magalhães Gomes Jaguaribe), Henfil (Henrique de Souza Filho) e Millôr Fernandes para fundar o periódico O Pasquim.

Com humor, linguagem solta e provocativa nos anos de chumbo grosso do regime, a publicação ditou tendências no jornalismo e tornou-se fenômeno de vendas, que resultou na prisão de quase toda a equipe do tabloide, incluindo Ziraldo.

Em 1960 recebeu o “Nobel” Internacional de Humor no 32º Salão Internacional de Caricaturas de Bruxelas e também o prêmio Merghantealler, principal premiação da imprensa livre da América Latina.

Em 1980, nascia o seu maior sucesso: O Menino Maluquinho. A obra também foi adaptada para a televisão e para o cinema. O menino maluco de Ziraldo concorreu e ganhou o prêmio Jabuti de Literatura em 1980.

A Funarte se solidariza com os fãs, amigos e familiares do cartunista.

Fonte: Bahia.ba

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo