Brasil

Em celebração ao Dia Internacional da Mulher, Ministério da Cultura anuncia ações exclusivas

 

No Dia Internacional da Mulher, celebrado nesta quarta-feira (8/3), o Ministério da Cultura (MinC), alinhado com o Ministério das Mulheres e com o Governo Federal, está desenvolvendo iniciativas importantes que reconhecem as mulheres como protagonistas. A pasta trabalha no lançamento de dois editais de incentivo à literatura e ao cinema.

Além disso, uma portaria publicada hoje institui o Comitê de Gênero, Raça e Diversidade no órgão. “Nós, mulheres, estamos ávidas por trabalho, mas principalmente por respeito e oportunidades”, reforçou a ministra da Cultura, Margareth Menezes. A Portaria MinC nº 7/2023 institui o Comitê, que vai subsidiar a atuação do MinC e das entidades vinculadas na elaboração de políticas públicas de cultura transversalizadas pela diversidade, promoção da igualdade de gênero, étnica e racial.

São atribuições do Comitê: realizar diagnóstico de ações; elaborar o plano de ação com propostas para serem incorporadas às ações e políticas do Ministério da Cultura e entidades vinculadas; realizar levantamento, juntamente com demais órgãos da administração pública federal, sobre a necessidade de capacitação e promoção de ações de desenvolvimento na pauta de Gênero, Raça e Diversidade; entre outras. Serão convidados a participar dessa instância do MinC os ministérios dos Direitos Humanos, da Igualdade Racial, das Mulheres e dos Povos Originários.

Prêmio Carolina Maria de Jesus de Literatura

O MinC trabalha no lançamento do Prêmio Carolina Maria de Jesus de Literatura Produzida por Mulheres 2023. Serão destinados R$ 2 milhões para selecionar 40 livros inéditos, escritos por mulheres ficcionistas nas categorias romance, contos, crônicas, roteiro de teatro e quadrinhos. Cada autora receberá R$ 50 mil.

Para a seleção e premiação das obras literárias, as inscrições ficarão abertas pelo período de 90 dias. Será constituída uma comissão de seleção, composta de oito mulheres especialistas do setor.

A intenção é promover, valorizar e difundir a literatura brasileira feita por mulheres, incentivar novas escritoras e estimular a formação de leitores de literatura feita por mulheres. As autoras precisam apresentar carta de intenção de publicação do livro selecionado, seja por editora nacional ou produção independente.

Edital Ruth de Souza de Audiovisual

Por fim, a pasta irá lançar o Edital Ruth de Souza de Audiovisual para cineastas brasileiras realizarem o primeiro longa-metragem. Com um valor de R$ 10 milhões, a seleção pública contemplará cinco projetos inéditos de obras cinematográficas de ficção, com temática livre.

Com essa iniciativa, o MinC pretende contribuir com o impulsionamento do protagonismo de mulheres realizadoras na produção audiovisual nacional, fortalecendo as cadeias produtivas regionais.

mais informações: comunicacao@cultura.gov.br / ASCOM | Ministério da Cultura

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo