Política

Eleitores baianos poderão acessar os serviços do TRE-BA através do WhatsApp

Cidadãos baianos contam com o aplicativo de mensagens WhatsApp, através do número (71) 3373-7000, para acessar os serviços do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Para falar com o TRE-BA, basta o eleitor adicionar em sua agenda telefônica o número oficial do Tribunal (71) 3373-7000.

Por meio do aplicativo de mensagens, o eleitor obterá auxílio para acessar os serviços eleitorais sem precisar sair de casa e encarar as indesejáveis filas. A ferramenta possibilita consultar a situação eleitoral e checar se existe a necessidade de o cidadão buscar a regularização do título de eleitor e ficar apto para as Eleições Gerais, em 2 de outubro. Além disso, é possível acessar de forma fácil e cômoda os serviços de alistamento (1º título), atualização e revisão de dados cadastrais, antes do encerramento do prazo para a abertura dessas solicitações, que acontece em 4 de maio.

A ferramenta também conta com recursos educativos, como orientações sobre combate à desinformação, e também inclusivas, como link direto para videochamada de atendimento aos eleitores surdos.

Abaixo, os principais serviços:

• Título de Eleitor (Emissão de 1ª via, Consulta à situação eleitoral, Consulta ao local de votação),

• Emissão de 2ª Via do Título de Eleitor, Regularização da situação eleitoral, Revisão de dados cadastrais);

• Emissão de Certidões (Quitação Eleitoral, Crimes Eleitorais, Filiação Partidária, Negativa de Alistamento);

• Mesários (Inscrição para ‘Mesário Voluntário’, Consultar convocação, Verificar autenticidade de Carta de convocação, Baixar Manual do Mesário, Aplicativo Mesários);

• Justificativa (Dia da Eleição / Depois da Eleição);

• Multa Eleitoral (Consultar existência de multas / Pagamento de multas)

• Pagamentos e ressarcimentos (Quitação Eleitoral, Ausência às urnas, Ausência aos trabalhos como mesário, entre outros);

• Denúncias, reclamações e elogios;

• Combate à Desinformação – Fato ou Boato;

• Protocolos de segurança contra a Covid-19.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo