Bahia

EDUCAÇÃO ADQUIRE INSTRUMENTOS E CRIA FANFARRAS NAS ESCOLAS DO MUNICÍPIO E NO POVOADO DA VÁRZEA GRANDE

 

Em Caculé e no Povoado da Várzea Grande, a educação está em um novo ritmo! É possível ouvir pelos corredores de três unidades públicas de ensino, os batuques e harmonias que saem dos instrumentos percussivos, tocados pelos alunos e alunas que estão ensaiando nas fanfarras criadas nos colégios Dona Júlia, Antônio Muniz e Clemente Teixeira. Esses três colégios estabeleceram fanfarras para ensaiar com os alunos que irão se apresentar no desfile cívico de sete de setembro. A iniciativa visa não apenas enriquecer a experiência educacional, mas também promover a cultura e o trabalho em equipe entre os estudantes. O investimento realizado pela Secretaria da Educação foi de aproximadamente R$ 40 mil com a compra dos novos instrumentos.

 

Em um esforço para enriquecer o ambiente educacional e proporcionar oportunidades adicionais para os alunos explorarem suas habilidades artísticas, a Secretaria da Educação do Município teve essa iniciativa inovadora e as fanfarras já contam com mais de 80 alunos inscritos. Desde a última sexta-feira (25), três escolas receberam uma variedade de instrumentos musicais, desde timbaus, tambores e caixas de percussão. A Secretaria da Educação também irá disponibilizar fardamento especial para os alunos participantes.

 

Uma das escolas beneficiadas por essa iniciativa é o Colégio Municipal Dona Júlia Montenegro Magalhães. O secretário de educação, Adailton Cotrim, expressou entusiasmo com a chegada dos novos instrumentos. “Estamos empolgados em oferecer aos nossos alunos a oportunidade de aprender a tocar instrumentos musicais e fazer parte de uma fanfarra. Além de desenvolver habilidades musicais, essa atividade promove disciplina, desenvolvimento e trabalho em equipe”, disse Cotrim.

 

Não apenas as escolas da sede estão participando dessa iniciativa, mas também o Povoado da Várzea Grande está imerso nesse movimento musical. O Colégio Municipal Clemente Rodrigues Teixeira também recebeu instrumentos e formou sua própria fanfarra. Os professores locais estão entusiasmados em ver os jovens envolvidos em atividades construtivas e promissoras.

 

A ação também traz a esperança de que as fanfarras formadas possam se apresentar em eventos locais, como desfiles cívicos e comemorações do município. Isso não apenas elevará o espírito da comunidade, mas também fornecerá aos alunos uma plataforma para exibir suas habilidades e talentos musicais.

 

O secretário destacou: “A música é uma forma universal de expressão. Estamos comprometidos em fornecer aos nossos alunos uma educação completa, e a inclusão da música e das fanfarras amplia ainda mais suas oportunidades de crescimento e aprendizado.”

 

À medida que os alunos afinam seus instrumentos e praticam suas notas, Caculé e o Povoado da Várzea Grande se preparam para um futuro mais melódico e harmonioso, onde a educação vai além da sala de aula tradicional e as notas vibrantes da música.

Fonte : governodecacule.ba.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo