Bahia

Destino baiano premiado é atração em feira de turismo da Alemanha

 

A Secretaria de Turismo da Bahia (Setur-BA) participa, desta terça-feira (7) a quinta-feira (9), no Centro de Convenções Messe, na capital da Alemanha, da Bolsa de Turismo de Berlim (ITB). O maior evento mundial do setor reúne 10 mil expositores, de 180 países, com expectativa de receber 160 mil profissionais e visitantes. Eles poderão conhecer os atrativos e as possibilidades de negócios, nas 13 zonas turísticas baianas.

A participação da Setur-BA na ITB é em parceria com a Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur), que compartilha o seu estande com alguns estados. “Voltamos a ter uma boa relação com a Embratur, no atual governo, o que facilita o nosso trabalho de divulgação do destino Bahia e captação de negócios, como acontece nesse poderoso evento de Berlim”, relatou a diretora de Promoção da Setur-BA, Regina Ahmed.

Um dos destaques baianos na feira alemã é a Chapada Diamantina, que ganhou o prêmio de melhor lugar para se visitar no Brasil, em 2022, com 90 concorrentes. A pesquisa feita pela plataforma Melhores Destinos ouviu 15 mil viajantes, brasileiros e estrangeiros, sobre custo-benefício, acolhimento, atrações, gastronomia e segurança. O destino baiano ficou com média 8,9 e faturou o primeiro lugar. A maior nota foi para o item segurança, com 9,2.

“Essa é uma demonstração de que o governo baiano tem compromisso com o turismo, setor que impacta na melhoria da qualidade de vida nos destinos visitados. O prêmio revelou que o turista aprova a Chapada, desde a recepção no hotel, passando pelos atrativos dos municípios, até a questão do policiamento, fundamental em uma região de grande extensão territorial e com locais de difícil acesso”, pontuou a diretora da Setur-BA.

A zona turística Chapada Diamantina é composta por 41 municípios, que oferecem inúmeras experiências rurais, gastronômicas e esportivas. Entre as atrações estão o Morro do Pai Inácio, a Cachoeira da Fumaça, o Poço Azul, o Vale do Capão e o Cemitério Bizantino.

Fonte: Politica Livre

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo