Caturama confirma primeira morte por coronavírus