Bahia

Caculeense cumpre promessa feita em leito de UTI e lança livro “ O Perfeito Milagre”

“Eu vou escrever um livro, sussurrou a paciente entubada e sem força alguma para falar.”

A paciente da UTI de um hospital de Vitória da Conquista, era a Caculeense Jardy Carvalho, que oito anos depois cumpriu sua promessa ao lançar o livro na noite dessa quarta-feira (8), na Câmara Municipal de Vereadores da cidade de Caculé.

Durante o lançamento da obra “O Perfeito Milagre”, amigos, familiares e autoridades se emocionaram com o relato de Jardelina Rocha de Carvalho, sobre um enredo real, de uma história de batalha pela vida e, acima de tudo, a superação pela fé.

Em entrevista ao Sertão em Dia, ela conta que descobriu a Síndrome de Guillain Barré em 2014, após se sentir mal e ser atendida por um neurologista. A doença autoimune que ataca as células nervosas, mudou da noite para o dia a rotina não só dela, mas das duas filhas, do esposo e da família.

Entre momentos de busca pelo tratamento e medicação de alto custo, a perda dos movimentos e da força, Jardy chegou a ficar internada e entubada na UTI. Ela conta como, na UTI, veio a inspiração do livro.

“Eu estava em um momento de muita dor, muito sofrimento, eu não dormia e ouvia tudo que acontecia ao meu redor. E uma enfermeira cantava ‘Mestre eu preciso de um milagre…’ e ouvindo ela cantar eu mexia a mão, mesmo dura, e louvava… e eu sussurrei ‘Eu vou escrever um livro”.

Segundo Jardy, foram meses de fisioterapia, cuidado incondicional do esposo, além de consulta com especialista que lhe deu a notícia de que, nela, a síndrome era crônica. Apesar disso, ela acredita na cura da doença, pois sua fé é maior que qualquer diagnóstico.

Para o escritor e crítico literário Aurélio Ricardo Filho, O Perfeito Milagre” narra o testemunho de uma mulher que venceu a Guillain Barré desafiando os limites humanos. De fato, uma esperança que a manteve firme, um exemplo de luta e amor à vida, também com relatos de companheirismo conjugal e solidariedade de amigos que se uniram para ajudá-la.

“Desejo imensamente que as palavras escritas nesse livro ajudem cada pessoa a refletir sobre esse amor sem medidas, sobre esse poder que transforma (…) se Deus fez comigo, Ele faz com você”. Finaliza Jardy.

Fonte:Sertãoemdia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo