Bolsonaro ameaça Judiciário sobre eleições e diz que o bem vencerá

Bolsonaro ameaça Judiciário sobre eleições e diz que o bem vencerá

Durante discurso nesta quarta-feira (30), o presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a ameaçar o Judiciário sobre o resultado das eleições de 2022. Ele disse que os votos das eleições serão contados e fez críticas indiretas a ministros do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

“Podem ter certeza que, por ocasião das eleições de 2022, os votos serão contados no Brasil. Não serão dois ou três que decidirão como serão contados esses votos.”

“Defendemos a democracia, a liberdade e tudo faremos até com sacrifício da nossa vida para que esses direitos sejam relevantes e cumpridos pelo nosso país”, afirmou Bolsonaro.

A fala foi proferida durante discurso em evento na cidade de Parnamirim, na Região Metropolitana de Natal (RN). A viagem do presidente ao Rio Grande do Norte teve ‘comício’, oração, motociata e cavalgada.

José Matheus Santos e Aura Mazda/Folhapress

Artigos relacionados