Bahia realiza primeira neurocirurgia para tratamento de Parkinson

Bahia realiza primeira neurocirurgia para tratamento de Parkinson

A neurocirurgia para tratamento de Parkinson foi realizada no Hospital Geral Roberto Santos, em uma paciente que sofre da doença há 20 anos.
Uma luz no fim do túnel começou a piscar com muito mais intensidade contra o Parkinson, após o estado da Bahia realizar a primeira neurocirurgia para tratamento da doença. O Parkinson atinge mais de 8 milhões de pessoas no mundo.
A neurocirurgia foi realizada em uma paciente de 68 anos, no Hospital Geral Roberto Santos, em Salvador, pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Ela sofre da doença há 20 anos.

Segundo informação da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), o procedimento, que está em fase piloto, não é indicado para todas as pessoas acometidas pelo Parkinson, apenas para alguns casos específicos.

O procedimento foi realizado pelo neurocirurgião Leonardo Avellar, com a presença dos neurocirurgiões Paulo Niemeyer Filho e Paulo Luiz Cruz, do Instituto do Cérebro do Rio de Janeiro.

A cirurgia tem o objetivo controlar os sintomas da doença, possibilitando melhor qualidade de vida ao paciente. A subsecretária da saúde do Estado, Tereza Paim, afirmou que hospitais de referência devem estar cada vez mais especializados para compor a rede de atenção à saúde.

EDIÇÃO: JOÃO MIGUEL Foto: Elói Corrêa/ GOVBA.

Artigos relacionados