Caetité

Aldo pede paz na campanha após sofrer ameaças

O prefeito Aldo Gondim declarou nesta sexta-feira (6/11) que “é preciso preservar o espírito de respeito à democracia e a paz na reta final de campanha”. A afirmação foi feita um dia após o gestor sofrer ameaças de um grupo de apoiadores de outro candidato no pleito de 15 de novembro. O fato ocorreu na localidade de Brejinho das Ametistas após o político se reunir com alguns apoiadores. Quando se preparava para deixar o local, Aldo foi surpreendido por cerca de dez pessoas alcoolizadas que falavam o nome de outro candidato e gritavam ofensas verbais.
O prefeito registrou queixa na delegacia de polícia e comunicou o ocorrido à Justiça Eleitoral, a quem o candidato também pede providências para que sejam adotadas medidas de proteção dos eleitores, dos candidatos e do processo eleitoral.
O candidato à reeleição informou que os agressores se aproximaram do carro em que estava se preparando para sair do local com a clara intenção de provocar os correligionários que conversavam com ele. Para não acirrar os ânimos, Aldo deixou o local e resolveu adotar as medidas legais cabíveis.
Aldo Gondim reitera seu espírito democrático e reafirma que a democracia não tolera o desrespeito à dignidade dos adversários. Ele afirmou ainda que não se faz política agredindo pessoas. Por isso, pediu que o fato não seja usado como instrumento para acirrar os ânimos e que seus apoiadores não aceitem qualquer tipo de provocação. “Nada irá tumultuar a campanha positiva e vitoriosa do 55 em Caetité”, finalizou Aldo.

Assessoria de Comunicação Coligação Juntos no Caminho Certo

Para cima