mundo

4,8 mil crianças foram abusadas na Igreja Católica de Portugal, diz relatório

 

Cerca de 4.815 crianças foram abusadas sexualmente por membros da Igreja Católica de Portugal nos últimos 70 anos. A afirmação é a conclusão de uma comissão independente formada a pedido da própria igreja no ano passado para investigar suspeitas de abuso que vinham sendo denunciadas nos últimos anos. O relatório final foi apresentado nesta segunda-feira (13). Segundo o documento, 77% dos supostos abusadores eram padres. Os outros supostos abusadores tinham algum tipo de ligação com a igreja, ainda de acordo com o levantamento. A comissão investigou supostos casos e denúncias que ocorreram a partir de 1950. “(Queremos) prestar uma homenagem sincera àqueles que foram vítimas de abuso na infância e ousaram dar voz ao silêncio”, declarou o chefe da comissão, o psiquiatra infantil Pedro Strecht. “Eles são muito mais do que uma estatística”. A igreja católica portuguesa ainda não havia se manifestado após a divulgação do relatório até a última atualização desta notícia, mas bispos portugueses devem discutir o relatório no próximo mês. A comissão portuguesa iniciou seu trabalho em janeiro de 2022, após um relatório na França revelar que cerca de 3.000 padres e autoridades religiosas abusaram sexualmente de mais de 200.000 crianças.

Fonte: Achei sudoeste

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo